V E S T I B U L A R 2018.1
MENU

Outubro Rosa em ação

Estudantes de Saúde e Direito, da Facipe, celebram o mês de combate ao câncer de mama com atendimentos à população

às 20h05
A iniciativa ocorreu na Unidade de Saúde da Família – USF Sítio Wanderley, no bairro da Várzea, Zona Norte do Recife, onde os moradores da localidade buscaram os serviços realizados pelos estudantes
Compartilhe:

Nascido na década de 1990, o movimento Outubro Rosa foi criado nos Estados Unidos, para estimular a participação da sociedade na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de mama.  Já no dia 25 de outubro, no Brasil, comemora-se o Dia do Dentista.

Duas datas tão emblemáticas motivaram alunos dos cursos de Saúde e Direito, da Faculdade Integrada de Pernambuco – Facipe a promover uma ação extensiva social com atendimentos gratuitos à população.

A iniciativa ocorreu na Unidade de Saúde da Família – USF Sítio Wanderley, no bairro da Várzea, Zona Norte do Recife, onde os moradores da localidade buscaram os serviços realizados pelos estudantes.

Dentre as atividades oferecidas pelos estudantes: exames de aferição de pressão, testes de glicemia, atendimentos odontológicos, de estética e fisioterapia, assessoria jurídica, mamografias, além de palestras sobre licença maternidade, autoexame das mamas e higienização bucal.

Durante uma manhã inteira, e parte do período da tarde, cerca de 400 pessoas foram atendidas, dentre elas, a dona de casa, Maria Eugênia, 65, que foi até o local para realizar um check-up de saúde, e também estava em busca de uma consulta odontológica para a neta, Mariana, de seis anos.

“Sempre aproveito essas oportunidades pra medir as minhas taxas de glicemia e aferir a pressão. Dessa vez, trouxe minha neta que estava reclamando de dores no dente, e foi muito bem atendida pelos alunos da Facipe. Espero que vocês voltem mais vezes”, comentou a dona de casa mostrando a recepção lotada de pessoas aguardando para serem atendidas.

Para o aluno do 5º período de Odontologia, Henrique Lima, ações como a que foi desenvolvida despertam no futuro profissional, a conscientização sobre a importância do trabalho humanizado.

“Atuo no atendimento a crianças e idosos, e vejo o quanto é comum à falta de cuidados com os dentes, seja por falta de informação, ou por escassez de serviços públicos. Quanto participo de iniciativas como essa, busco sempre me aprimorar, mas acima de tudo, oferecer um bom atendimento a todos aqueles que precisam”, salientou o aluno.

“Essa atividade de extensão reforça o compromisso da instituição em ir além da sala da aula; sensibilizando os estudantes sobre a importância de socializar o conhecimento atendendo as demandas dos que mais precisam. Isso é educar para transformar a vida de quem mais necessita”, ressaltou o coordenador de Extensão, da Facipe, professor Pedro Procópio.

Compartilhe: