V E S T I B U L A R 2018.2
MENU

Projeto Sonho e Vida reúne mais de cinco mil jovens no Centro de Convenções

Programa Portas Abertas, da Facipe, promoveu aulões e feira de profissões na ocasião

às 19h32
Compartilhe:

A última quinta-feira (19/04) foi especial para a Facipe. Mais de cinco mil alunos terceiranistas de 52 escolas da rede pública estadual participaram do Projeto Sonho e Vida. A iniciativa do Governo de Pernambuco já está na sua terceira edição e, desta vez, o Programa Portas Abertas, da Facipe, foi um dos apoiadores. Integrar, elevar a autoestima e motivar o protagonismo dos estudantes na construção do futuro profissional é o grande objetivo da ação.

“O projeto da Secretaria de Educação de Pernambuco se enquadrou perfeitamente na vocação do Grupo Tiradentes, que tem como uma de suas missões a integração com a sociedade, oferecendo sua contrapartida social na formação educacional de jovens estudantes”, explica Vanessa Piasson, diretora geral do Grupo Tiradentes em Pernambuco.

Para o evento, o Programa Portas Abertas levou o publicitário e influenciador digital Marcos André, dono do canal “Esse Dia Foi Foda”. Ele contou sua trajetória de vida e como conseguiu alcançar seus objetivos e sonhos profissionais. A turma de alunos da manhã também assistiram às aulas de Fernanda Pessoa e Darlan Moutinho, professores de Português e Matemática, respectivamente. Já para os participantes da tarde, as dicas do Enem foram com os docentes de História, Felipe e Sérgio, e Carlos Valença, de Biologia.

No hall do Centro de Convenções, o Programa Portas Abertas promoveu ainda uma feira com coordenadores de curso e alunos da Facipe explanando e tirando dúvidas sobre diversas profissões, além de dicas de bolsas de estudos, financiamentos e Enem. O Facipe Carreiras, setor de empregabilidade da instituição, levou também a Clínica de Talentos e realizou diversos testes e orientações vocacionais para os terceiranistas.

Segundo Neusa Pontes, Gerente da GRE Recife Norte, da Secretaria de Educação, o encontro é a culminância de um projeto amplo, que estimula a multiplicação de conhecimentos através de alunos influenciadores, a troca de informações sobre os programas e ferramentas disponíveis, com foco nos estudantes do Ensino Médio. “Nossa missão, enquanto gestores de educação, é evitar que os jovens percam a capacidade de sonhar. É fundamental que eles se sintam corresponsáveis no processo de ensino-aprendizagem e percebam que, para ter chances de concretizar seus sonhos, precisam adquirir aptidões e competências sociais e pessoais que dependem do cotidiano escolar”, explica.

 

Compartilhe: