V E S T I B U L A R 2018.1

Combater os inimigos invisíveis, agentes causadores de enfermidades, será seu trabalho diário. O biomédico estuda os micro-organismos causadores das doenças, identificando medicamentos para combatê-los.

A ampliação da participação da área de conhecimento biomédico na vida acadêmica da região nas atividades de pesquisa e de extensão, no SUS e da própria necessidade social, justifica a formação de profissionais Biomédicos no Estado de Pernambuco.

 

Nova call-to-action

Conheça nossa infraestrutura

Nossos Diferenciais

Matriz curricular

completamente atualizada, que articula ensino, pesquisa e extensão para proporcionar a você uma vivência prática desde os primeiros períodos.

Infraestrutura

com destaque para os laboratórios, destinados à práticas em disciplinas do ciclo básico.

Formação Profissional

oportunizar ao acadêmico a escolha entre as 32 especialidades da Biomedicina visando sua formação profissional.

Corpo docente

composto por mestres e doutores, que vivenciam diariamente a prática da profissão e objetivam contribuir para o avanço da ciência.

Biblioteca moderna

com acervo atualizado e acesso aos principais periódicos do mundo, além de ambientes planejados para estudos e recursos tecnológicos de alto padrão.

Convênios

com instituições de destaque e programas de internacionalização, que permitem ao aluno vivenciar parte do curso no exterior, preparando-o para as complexidades da sociedade global.

Estudar na Facipe

é ter a certeza de escolher uma universidade que oferta condições concretas para o desenvolver das suas atividades com excelência.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho é amplo e está em constante crescimento. O biomédico pode atuar em hospitais, laboratórios públicos e privados, centros de pesquisa, instituições de ensino superior. As áreas mais procuradas da biomedicina são as análises clínicas, citologia oncótica, biologia molecular e imagenologia (Medicina Nuclear e Ressonância Magnética).

Este profissional pode exercer a atividade de pesquisador, desenvolvendo processos biotecnológicos e no desenvolvimento de novos produtos, utilizando os mais recentes recursos e técnicas da engenharia genética e iologia molecular. Também atua no tratamento biológico de resíduos industrais, na automação e controle de bioprocessos.

Além disso pode exercer o controle de qualidade de alimentos, animais e microorganismos transgênicos na indústria de alimentos e bebidas, especialmente onde os produtos são obtidos por via fermentativa. Poderá também atuar no aumento e aperfeiçoamento da produção animal e vegetal, no saneamento e controle das zoonoses, utilização de organismos para mitigar agentes e substâncias poluidoras, realização de laudo técnico e ambiental e projetos ambientais e de consultoria.

Estudar na Facipe é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

Área de atuação

O Biomédico pode atuar profissionalmente em laboratórios de análises clínicas, clínicas de reprodução humana, clínicas de medicina nuclear, hemocentros, universidades, centros de pesquisas, análises ambientais, análises de alimentos e na área criminalística.

  • Aferir qualidade dos alimentos;
  • Participar de pesquisas em todas as áreas da genética;
  • Atuar na reprodução humana assistida;
  • Realizar análises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente;
  • Atividades de atendimento e procedimentos de acupuntura;
  • Tomografia;
  • Ressonância magnética;
  • Ultrassonografia;
  • Radioterapia.

Informações

Emerson Azevedo de Araújo, coordenador do Curso de Biomedicina da Facipe, graduado em Biomedicina, Mestre em Biofísica, Doutor em Tecnologia Nuclear. No magistério, lecionou na UFPE de março de 1977 a março de 2012, tendo coordenado o curso de graduação em Ciências Ambientais e o curso de Mestrado em Biofísica, ambos do Centro de Ciências Biológicas da UFPE.

Fale com o coordenador: emerson_azevedo@facipe.edu.br

Docente
Titulação Ingresso Regime Disciplinas Lattes
Albert Eduardo Silva Martins Mestre Horista
Alicely Araujo Correia Doutor 03/09/2012 Horista
Ana Claudia Rodrigues de Oliveira Paegle Mestre Parcial
Andre Luiz de Souza Barros Mestre Horista
Andrea Rosane Sousa Silva Mestre Integral
Carlos Eduardo de Oliveira Costa Junior Mestre Integral
Caroline Sanuzi Quirino de Medeiros Doutor Horista
Diana Jussara do Nascimento Malta Doutor Parcial
Emerson Azevedo de Araujo Doutor Integral
Evelyne Gomes Solidonio Mestre Horista
Fabiana Oliveira dos Santos Gomes Mestre Horista
Jailson Oliveira da Silva Doutor Horista
Jeyce Kelle Ferreira de Andrade Mestre Horista
Jose Odinilson de Caldas Brandão Mestre Parcial
Maria Luiza Maciel Mendes Doutor 02/02/2009 Horista
Mariana Aragao Matos Donato Doutor Integral
Ricardo Braz Ferreira da Silva Mestre Horista
Salvana Priscylla Manso Costa Mestre Parcial
Valdemir de Franca Souza Mestre Horista

Geral:

Formar biomédicos cidadãos com competências técnica-científica, política, social, educativa, administrativa, investigativa e ética para o exercício profissional da medicina no contexto da prestação do serviço a saúde, assegurando a integralidade da atenção e a qualidade e humanização da assistência prestada à população.

Específicos:

• Ministrar os conteúdos essenciais contidos na estrutura curricular através das atividades teóricas, práticas, complementares, elaboração de trabalho de conclusão de curso e estágio curricular supervisionado, de forma integrada e criativa, considerando as realidades social, cultural, sanitária e epidemiológica nacional, estadual e municipal; • Desenvolver as competências e habilidades gerais e específicas necessárias ao exercício profissional articuladas aos contextos sócio-político-cultural nacional, estadual e municipal; • Desenvolver as atividades curriculares, na busca da interdisciplinaridade, tendo como base de construção do perfil almejado a integração entre o ensino, a investigação científica e a extensão; • Exercitar a investigação científica como atividade fundamental na integralidade da assistência em saúde; • Promover a inserção dos docentes e discentes nas ações de saúde promovidas pelos sistemas de saúde estadual e municipal; • Incentivar o desenvolvimento da capacidade empreendedora e da compreensão do processo tecnológico, em suas causas e efeitos; • Incentivar a produção e a inovação científico-tecnológica, e suas respectivas aplicações no mundo do trabalho; • Propiciar a compreensão e a avaliação dos impactos sociais, econômicos e ambientais resultantes da produção, gestão e incorporação de novas tecnologias; • Promover a capacidade de continuar aprendendo e de acompanhar as mudanças nas condições de trabalho, bem como propiciar o prosseguimento de estudos em cursos de pós-graduação.